Por que procurar um psicólogo?

Por em 22 fev, 2018 em Psicologia | 0 comentários

A função da psicoterapia é proporcionar o encontro do ser humano com ele mesmo. No dia a dia passamos a desempenhar papéis sociais (aluno, amigo, irmão, pai) filho entre outros) que nos levam a comportamentos que algumas vezes não gostaríamos de emitir, mas que são necessários para a boa convivência. Nossos valores e crenças ficam um pouco esquecidos o que acaba gerando conflitos internos que proporcionam o aparecimento de comportamentos “anti-sociais” que são denominados de sintomas. “A terapia significa Tratamento”. A terapia não há momento certo para se iniciar. Sempre é hora, seja para seu auto-conhecimento ou para resolver seus problemas. A terapia é realizada por um profissinal capacitado, que estudou o comportamento humano, que tem a formação de psicologia. A psicoterapia vem para ajudar a resolver questões que você não consegue resolver sozinho. Então pra que ficar...

Terapia: Qual fazer?

Por em 16 maio, 2013 em Psicologia | 0 comentários

A própria ideia de iniciar um processo terapêutico já é, por si, um ato coragem e indica uma outra postura frente aos problemas inerentes à vida. Gosto de pensar na terapia como indução de crises. Um casamento, por exemplo, pode estar morto ou pode ser cronicamente insatisfatório para ambos os cônjuges, a menos que algo assustador e importante, como uma crise, ocorra. Nessas circunstâncias as pessoas tornam-se aptas a fazer mudanças. Por isso gosto de pensar na terapia como uma indução de novas crises antes que num meio de controlar o comportamento e evitar crises. Mauricio Andolfi A idéia de Andolfi de terapia como indução de crises é bem interessante, pois na origem da palavra “crise” ha referência a um momento decisivo. Desta forma, a terapia pode ser pensada como um meio para se atingir novos patamares de compreensão e estes trazem, invariavelmente, modificações nos...

Terapia para Adultos

Por em 16 maio, 2013 em Psicologia | 0 comentários

Estamos sempre em transformação; transformação com o mundo,com nossos interesses, com o nosso corpo, com nossos pensamentos. Ao longo da vida nos deparamos com diversas situações que não conseguimos resolver como gostaríamos. á inclusivamente algumas que aparentam não ter solução.Estas situações ocorrem em diversas situações, como o pessoa,profissional e familiar. As dificuldades, a falta de informação, a falta de apoio e de opção para lidar com estes problemas provocam vários sintomas muitas como stress, sentimentos depressivos e de angústia, perturbações de ansiedade, entre outros, e que podem conduzir a uma baixa de auto-estima e mesmo a sentimentos de impotência para encontrar uma resposta eficaz. É nestes momentos que um psicólogo(a) poderá ajudar a encontrar uma forma mais eficaz de lidar com a situação problemática, através da maximização dos recursos pessoais e de novas...

Qual terapia? Terapia de família, casal ou individual?

Por em 16 maio, 2013 em Psicologia | 0 comentários

A própria idéia de iniciar um processo terapêutico já é, por si, um ato coragem e indica uma outra postura frente aos problemas inerentes à vida. Gosto de pensar na terapia como indução de crises. Um casamento, por exemplo, pode estar morto ou pode ser cronicamente insatisfatório para ambos os cônjuges, a menos que algo assustador e importante, como uma crise, ocorra. Nessas circunstâncias as pessoas tornam-se aptas a fazer mudanças. Por isso gosto de pensar na terapia como uma indução de novas crises antes que num meio de controlar o comportamento e evitar crises. Mauricio Andolfi A idéia de Andolfi de terapia como indução de crises é bem interessante, pois na origem da palavra “crise” ha referência a um momento decisivo. Desta forma, a terapia pode ser pensada como um meio para se atingir novos patamares de compreensão e estes trazem, invariavelmente, modificações nos...

Ciúme Patológico

Por em 15 maio, 2013 em Psicologia | 0 comentários

Em questões de ciúme, a linha divisória entre imaginação, fantasia, crença e certeza freqüentemente se torna vaga e imprecisa.No ciúme as dúvidas podem se transformar em idéias supervalorizadas ou francamente delirantes. Depois das idéias de ciúme, a pessoa é compelida à verificação compulsória de suas dúvidas. O (a) ciumento(a) verifica se a pessoa está onde e com quem disse que estaria, abre correspondências, ouve telefonemas, examina bolsos, bolsas, carteiras, recibos, roupas íntimas, segue o companheiro(a), contrata detetives particulares, etc. Toda essa tentativa de aliviar sentimentos, além de reconhecidamente ridícula até pelo próprio ciumento, não ameniza o mal estar da dúvida. Os ciumentos estão em constante busca de evidências e confissões que confirmem suas suspeitas mas, ainda que confirmada pelo(a) companheiro(a), essa inquisição permanente traz mais dúvidas ainda ao invés...

Timidez:

Por em 12 maio, 2013 em Psicologia | 0 comentários

O QUE É TIMIDEZ? Chamamos de timidez ao desconforto diante de situações sociais, que pode, algumas vezes, atrapalhar o indivíduo na conquista de seus objetivos, sejam eles pessoais ou profissionais. Na prática, todos somos afetados pela timidez em alguns momentos de nossas vidas, uma vez que ela funciona como um “regulador social” para evitar os excessos que transformariam nossa sociedade em um verdadeiro caos. A TIMIDEZ PODE SER SITUACIONAL OU CRÔNICA:  Timidez situacional: a inibição se manifesta em ocasiões específicas, e portanto o prejuízo é localizado. Por exemplo, a pessoa não experimenta dificuldades no amor, mas morre de medo de falar em público. A timidez situacional é a mais fácil de ser vencida, pois neste caso o indivíduo já possui mais habilidades sociais do que o tímido crônico, e grande parte do tratamento consistirá no aprimoramento das habilidades já...