Terapia para terceira Idade

Por em 26 mar, 2010 em Gerontologia | 0 comentários

Nesta fase da vida, por vezes, é comum a solidão, o cansaço, a carência afetiva, a incapacidade física para certos trabalhos – que, por sua vez, acarretam uma maior dependência de terceiros – o luto por amigos ou parentes que se foram, o medo da morte… Enfim, são temas que assumem uma importância durante a terceira idade e que merecem o cuidado terapêutico. Infelizmente, é corrente a idéia de que “idoso não pode fazer terapia, já não dá mais tempo”. Mas aqui propôs uma pergunta: tempo de que? Por que não pode? Eu como psicóloga entendo que o idoso pode sim se beneficiar de um encontro terapêutico, pois poderá dividir com o psicólogo seus medos e alegrias, frustrações e conquistas, relembrando momentos felizes e tristes, ampliando suas possibilidades e recursos de lidar com este momento da vida. Desse modo, a orientação de um psicológo ajudará o idoso a superar seus medos e...

Viver na terceira idade

Por em 22 fev, 2010 em Gerontologia | 0 comentários

Envelhecer satisfatoriamente depende do equilíbrio entre as limitações e das potencialidades de cada um, que nunca deixam de existir. É necessário desenvolver uma flexibilidade individual e social para uma boa adaptação nessa fase da vida, como em todas as outras. Crescemos ouvindo e acreditando que ao avançar a idade não há muito que fazer. Todo o investimento pessoal já foi feito, principalmente entre a juventude e a fase adulta, e depois só colhemos os frutos deste trabalho. A velhice é vista como uma fase sem saída e sem futuro. A sociedade não vê sentido em cuidar dos problemas existenciais do idoso, pois acreditam que não há mais o que construir. Terapia com idosos é vista como perda de tempo… Além disso, o idoso acredita que por ter vivido uma longa historia de vida, não possa mudar o rumo de sua vida, o modo de pensar ou agir. Mas na realidade, a terapia não tem como...